Atualizado 10/08/2018

Jael nega ansiedade para assumir titularidade: "Renato está vendo meu trabalho"

Centroavante pode ganhar lugar de André no ataque do Grêmio.

Autor de um gol e uma assistência na vitória do time reserva do Grêmio sobre o Flamengo na última rodada do Campeonato Brasileiro, Jael era cotado para ser titular diante do Estudiantes pela Libertadores, mas ficou no banco de reservas. Como André teve mais uma atuação criticada, a possibilidade de mudança no comando do ataque gremista tem aumentado. Nesta quinta-feira, Jael concedeu entrevista coletiva e garantiu que não está ansioso para ganhar um lugar no time e ressaltou sua confiança nas escolhas do técnico Renato Portaluppi.

 

"Quando as coisas não acontecem no futebol é normal que haja cobrança. Elas demoraram para acontecer para mim aqui no Grêmio, mas agora têm acontecido. Deixo para o Renato avaliar. Trabalho diariamente e procuro fazer com que o Renato mude. Tenho que dar o meu melhor nos treinos e a escolha é do Renato", afirmou.  "Não tenho ansiedade para jogar de titular. Estou fazendo o meu trabalho e sei que o Renato está vendo. Sei que na hora certa ele vai me colocar", continuou.

 

A confiança em Renato foi reforçada quando Jael comentou a mudança feita pelo treinador na lateral-esquerda com a entrada de Marcelo Oliveira no lugar de Cortez. "O Grêmio não tem titular ou reserva. Quem o Renato colocar vai dar o seu melhor dentro de campo. O Renato confia em todos os jogadores. Se ele colocou o Oliveira é porque está vendo algo que pode acrescentar mais que o Cortez. Quem o Renato coloca é por alguma motivação", disse.

 

Atenção no Brasileirão

 

O Grêmio deve usar time reserva diante do Vitória no próximo domingo, às 19h, pelo Campeonato Brasileiro por conta do compromisso pela Copa do Brasil contra o Flamengo na quarta-feira. Mesmo assim, Jael garantiu que o elenco mantém o foco no Brasileirão e que o assunto Flamengo só vai entrar no vestiário a partir de segunda.

 

"Domingo temos um jogo importante pelo Brasileirão. Temos de pensar no confronto com o Vitória e esquecer da partida de quarta contra o Flamengo. Penso que não é hora de falar de Libertadores e Copa do Brasil. É para trabalhar esquecendo Copa do Brasil e Libertadores porque domingo é Brasileirão", pediu.

Fonte: CP
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções