Atualizado 7 horas atrás

Mario Fernandes mostra identificação em Moscou: "Me sinto russo"

Ex-jogador do Grêmio comentou polêmica quando deixou de se apresentar à Seleção Brasileira

| Foto: Patrik Stollarz / AFP / CP
| Foto: Patrik Stollarz / AFP / CP

Após vencer no jogo de abertura da Copa do Mundo, o brasileiro naturalizado russo Mario Fernandes afirmou que já tem forte identificação com o país que defende no Mundial de 2018. O ex-jogador do Grêmio também lembrou de uma das polêmicas que marcaram sua carreira. "Me sinto russo. Por mais que não fale a língua. Gosto muito daqui. Todo mundo me respeita e respeito todo mundo", afirmou o jogador.

 

Mário deixou o Grêmio em 2012, ao ser contratado pelo CSKA, de Moscou, logo após ser eleito o melhor lateral-direito do Campeonato Brasileiro. Em 2016, adquiriu a cidadania russa. No ano seguinte, naturalizou-se para defender a seleção do país.

 

Na entrevista, o jogador ainda se esquivou ao ser recordado da passagem mais polêmica de sua carreira, quando foi convocado em 2011 pela seleção brasileira de Mano Menezes e recusou a se apresentar ao grupo. "Não preciso dizer o motivo de não ter me apresentado. Foram motivos meus, me apresentei da primeira vez e só na segunda que não fui", disse.

 

"A gente quando é novo faz coisas que se arrepende. Tem coisas que fazia antes que não faço mais aqui. Aprendi muito. A gente aprende, amadurece. Fazia as coisas que não eram corretas, mas hoje eu mudei", acrescentou o jogador, mostrando estar satisfeito com o atual momento.

 

No jogo de abertura da Copa, a Rússia goleou a Arábia Saudita por 5 a 0. Yury Gazinzky, Denis Cheryshev (2), Artem Dzyuba e Aleksandr Golovin foram os autores dos gols para os donos da casa. Na próxima terça-feira, os russos pegam o Egito às 15h. Já os sauditas enfrentam o Uruguai, às 12h de quarta-feira.

Fonte: cp
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções