Atualizado 11/03/2019

Inter espera Alianza Lima fechado, afirma Edenilson

Volante avaliou que o adversário é uma boa equipe e demonstrou isso ao empatar com o River Plate

Um dos destaques do Inter na estreia na Libertadores, o volante Edenilson terminou a primeira rodada da fase de grupos da competição como o jogador com mais dribles ao lado de Everton, do arquirival Grêmio. Apesar dos números e do momento do clube, que acumula seis vitórias consecutivas, o atleta defende que cada jogo é diferente e pede que a equipe não se deixe levar pela boa fase durante a partida contra o Alianza Lima, nesta quarta, às 21h30min, no Beira Rio. “É uma equipe muito boa, demonstrou conquistando um ponto contra o River Plate, que é um dos favoritos. A cada rodada as equipes escolhem uma estratégia. Esperamos que eles venham fechados, mas temos trabalhado vários formas de encontrar fazer gol. A troca de passe e o drible ajudam”, afirmou em entrevista coletiva após o treinamento desta segunda.

• Sem Dourado, Inter treina para estreia em casa na Libertadores

Para o jogador, o Inter tem uma boa mescla com jogadores experientes e novos “que querem conquistar muita coisa pelo Inter” e isso ajuda a manter o nível elevado de apresentações. “Conversamos bastante sobre manter essa sequência de vitórias e atuações de competitividade. A Libertadores pede esse tipo de jogo e a nossa equipe demonstrou que é competitiva. Tem muita coisa pra melhorar, mas no decorrer da competição vamos adquirir”, disse. “Vamos com tudo para buscar a vitória porque jogamos no Beira Rio. Vai estar cheio, esperamos muito apoio e precisamos do torcedor. No ano passado, perdemos dois jogos em casa e isso demonstra a força”, completou.

Sobre uma eventual ausência do capitão Rodrigo Dourado, que não treinou nesta manhã por conta de um problema no tornozelo, Edenilson avaliou que é uma peça muito importante no tripé de meio campo estabelecido pelo técnico Odair Hellmann. “É um jogador que conhece muito bem o clube e o time porque foi criado na base. É o nosso capitão, então a gente sente a falta dele quando não atua. Mas a diretoria e a comissão trabalham muito bem na montagem do elenco. O próprio Lindoso foi muito bem na partida de ontem (contra o Aimoré) e tem outros jogadores que podem fazer a função e a gente confia em todo mundo”, comentou.

Depois da partida contra os peruanos, o Inter enfrenta o Grêmio pelo Gauchão, mas, conforme o atleta, a partida não em relevância no momento. “A gente sempre sempre soube fazer isso muito bem, pensar no próximo jogo sem dar um passo maior do que a perna. A Libertadores é uma competição que o clube almeja muito, não que o GreNal não seja importante, mas nossa cabeça está toda focada nisso”, frisou.

Guerrero "diferenciado"

Liberado do treino de hoje para comparecer aos atos fúnebres do sobrinho, em Lima, no Peru, Paolo Guerrero foi elogiado pelo colega de elenco. “Está muito bem, concentrado nos treinamentos, é um jogador muito diferente dos que temos. É decisivo, que gosta de partidas difíceis, como vimos no Corinthians, gosta o tipo de competição que é a Libertadores. Esperamos que tenha muita gana para ganhar como os outros jogadores”, analisou. O peruano pode atuar a partir do dia 5 do mês que vem quando se encerra a pena de 14 meses pelo uso de doping.

Fonte: CP
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções