Atualizado 18/03/2019

Lei de armas será reformada por governo da Nova Zelândia

Primeira-ministra Jacinda Ardern durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira (18), na Nova Zelândia

Nesta segunda-feira (18), o governo da Nova Zelândia acertou os detalhes para iniciar uma reforma da lei de armas após o atentado de Chirstchurch, que deixou 50 mortos e 50 feridos. A liberação dos corpos das vítimas para as famílias começou neste domingo (17) e deve terminar até quarta-feira (20).

Jacinda Ardern, a primeira-ministra do país, afirmou que seu gabinete está “completamente unido” em relação à reforma legal estipulada e cujo conteúdo será anunciado em um prazo de dez dias após os ataques de sexta-feira em duas mesquitas.

Ardern ressaltou que os ataques de sexta-feira “evidenciaram uma série de debilidades na lei de armas” do seu país e que todo o governo coincide na necessidade de realizar mudanças. A neozelandesa acrescentou também que a reforma não será dirigida contra os proprietários de armas, especialmente em zonas rurais, mas encorajou os que tenham armas em casa a entregá-las à polícia.

Fonte: CP
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções